Baleia piloto reabilitada é devolvida com sucesso ao oceano

Diversas organizações e parceiros dedicados aos cuidados de mamíferos marinhos uniram-se para dar uma segunda chance de vida a uma baleia piloto

Postada pela editora Mariza Torelli

Uma baleia piloto fêmea ganhou uma segunda chance de vida depois de um longo e complexo processo de volta à vida selvagem. A baleia de cerca de 330 quilos encalhou sozinha em Dixie County, Flórida, em 1 de julho deste ano. Após ser encontrada por frequentadores da praia, as equipes de resgates da University of Florida e Clearwater Marine Aquarium ajudaram e transportaram ela para o SeaWorld Orlando para que ela recebesse tratamentos médicos e fosse reabilitada.

Assim que chegou, a baleia piloto passou a receber da equipe de veterinários e resgates cuidados 24 horas por dia. Todos tinham como objetivo final devolvê-la o quanto antes ao ambiente selvagem por meio de tratamentos contínuos e atenção integral. Contando com a ajuda regular e avaliações da NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration) e dos parcerios da Southeast Region Marine Mammal Stranding Network, a volta à natureza tornou-se realidade.

A baleia piloto respondeu muito bem ao tratamento e começou a mostrar sinais de melhora quase que imediatamente. Assim que chegou, ela já começou a nadar por conta própria e com pouco mais de um dia, iniciou a alimentação com peixes.

Juntamente com a NOAA, a equipe de SeaWorld realizou todos os preparativos para a volta da baleia ao oceano. Os planos incluíram fazer a soltura a cerca de 230 metros da costa oeste da Flórida em uma área já conhecida de habitat de baleias pilotos. Essas espécies ficam em água profundas e são animais que vivem em grupos e que viajam juntas. A soltura no local escolhido deu a ela uma boa chance de se juntar a um grupo.

Para assegurar o retorno seguro do animal, a Guarda Costeira Americana deu apoio ao transporte que foi bastante complexo. Os tripulantes da Coast Guard Cutter Joshua Appleby, juntamente com uma equipe de cinco membros do time de resgate do SeaWorld, trabalharam juntos em uma missão multifacetada e a baleia piloto apelidada de “Gale” foi devolvida com sucesso às aguas do Golfo do México.

“Todos nós assistimos a ela nadando com força no horizonte”, compartilhou Dra. Lara Croft, veterinária do SeaWorld Orlando e quem acompanhou todos os passou da jornada desse animal. “Essa história teve um verdadeiro trabalho colaborativo e atuamos juntamente com parceiros muito dedicados. Nós estamos orgulhosos de fazer parte desse resgate, reabilitação e soltura de sucesso. Essa é o verdadeiro motivo de todos nós fazermos o que fazemos.”

Antes da soltura, a baleia recebeu dos pesquisadores do Sarasota Dolphin Research Program da Chicago Zoological Society um rastreador com transmissão via satélite. Esse rastreador irá permitir que os pesquisadores acompanhem seus movimentos e padrões de mergulho pelos próximos meses.

As baleias pilotos são membros da família dos golfinhos, e só perdem em tamanho para as orcas. Essa espécie é encontrada ao redor do mundo, em temperaturas mais quentes e águas em regiões tropicais. As baleias pilotos são extremamente sociais e bastante conhecidas por encalhamentos em grupos, desde pequenos grupos até aqueles com centenas de animais, os quais encalham ao mesmo tempo.

A NOAA encoraja as pessoas a sempre reportarem para a Florida Fish and Wildlife Conservation Commission quando avistarem baleias e golfinhos mortos, machucados ou encalhados.

Serviço:
Sobre SeaWorld Parks & Entertainment
SeaWorld Parks & Entertainment™ é uma companhia líder em parques temáticos e em entretenimento que proporciona experiências educacionais e que inspiram os visitantes a proteger os animais e as maravilhas do mundo que compartilhamos. A companhia é uma das principais organizações de zoológico do mundo e líder em bem-estar animal, treinamento, reprodução e cuidados veterinários. A empresa mantém um dos maiores conjuntos de animais do mundo e tem liderado diversos avanços no cuidado de espécies em zoológicos.  A companhia também resgata e reabilita animais terrestres e marinhos que são encontrados doentes, feridos, órfãos ou abandonados, com o objetivo de devolvê-los à vida selvagem. A equipe de resgate do SeaWorld® já ajudou mais de 30 mil animais que estavam em risco nos últimos 50 anos.

A companhia é proprietária ou licencia um portfólio de marcas reconhecidas, incluindo SeaWorld, Busch Gardens® e Sea Rescue®. Em seus mais de 50 anos de história, a empresa construiu um diversificado portfólio com 12 parques temáticos que estão em importantes destinos nos Estados Unidos, muitos dos quais apresentam coleções únicas de animais. Os parques temáticos da companhia contam com uma grande variedade de atrações, shows e outras experiências que atraem a todos e que proporcionam vivências memoráveis e agregam valores e conscientização aos visitantes.

O SeaWorld Parks & Entertainment é proprietária integral e subsidiária do SeaWorld Entertainment, Inc., uma empresa pública, de capital aberto. Para saber mais, acesse: www.seaworldentertainment.com.

Sobre a National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA):
A missão da NOAA é entender e prevenir as mudanças no meio ambiente, desde águas oceânicas profundas até a imensidão do céu, além de preservar e gerenciar os recursos da costa e dos oceanos. Visite http://www.noaa.gov/ para mais informações.

Sobre o Sarasota Dolphin Research Program da Chicago Zoological Society
O Sarasota Dolphin Research Program da Chicago Zoological Society providencia rastreador e serviço de monitoramento de pequenos cetáceos ao redor dos Estados Unidos, os quais foram soltos após resgates e/ou reabilitações, com o apoio do John H. Prescott Marine Mammal Rescue Assistance Grant Program da NOAA. Site

Powered by WordPress | Designed by: seo service | Thanks to seo company, web designers and internet marketing company