Category Archives: Canadá

Canadá

Categoria: Canadá Canadá

Cidades Fascinantes
Montreal é uma ilha. Uma ilha que é também uma cidade trepidante e jovem. Com 350 anos, ela tem tudo a oferecer! Monumentos históricos, atividades de vanguarda, um ambiente eletrizante, gastronomia e festivais internacionais.
Descubra a outra cidade que palpita embaixo da cidade. Visite os museus, as galerias de arte, as catedrais, o Parque Olímpico e, naturalmente o Montreal Antigo. Uma cidade elegante e cheia de vida. Venha descobrir em viagem de férias ou de negócios.

Dominado pelo Castelo Frontenac, Québec a única cidade fortificada da América do Norte ergue-se orgulhosamente dentro das muralhas que se elevam acima do rio São Lourenço. Sua história é cativante e seus restaurantes fabulosos.
Situada no coração da vida política canadense, a região da capital nacional, Hull-Ottawa, extenue-se por ambas as margens do rio dos Outaouais, com seus parques, suas alamedas floridas e seus museus.

Mil maravilhas esperam você a pouca distância de Montreal e de Québec. Paisagens magníficas, numerosos lugares históricos e atrações turísticas.
Cruzeiros e observação de baleias no rio São Lourenço, grandes parques naturais, reservas de fauna e a inesquecível península de Gaspé.

Paisagens incomparáveis, estâncias balnearias, albergues e hotéis românticos à margem de lagos plácidos. Que tranqüilidade!
Neve a perder de vista! O paraíso dos entusiastas do esqui alpino e do esqui nórdico! Venha também andar de raquete e de motoneve.

As cabanas de caça e pesca e os albergues florestais permitem que você se instale com todo o conforto em plena natureza selvagem. Observe o caribu, o cervo, o urso, o alce ou a caça menor. Pesque o salmão ártico, o lúcio ou a truta. Aproveite!

Longos passeios, excursões de canoa, corridas de trenó de cães, escaladas, camping, caiaque de mar, descida de rápidos, mergulho submarino, vela… Tudo isso, e muito mais!

A AMÉRICA FRANCESA
Inegavelmente latino. Tipicamente norte-americano. Imenso, lindo, incrível. Onde passado e presente se harmonizam admiravelmente. Seu charme europeu seduz. Seu modernismo fascina. Venha. Descubra o Québec. Entregue-se a seus encantos.

O Québec é a maior província do Canadá. Seu rico e diversificado território de 1.667.926 km2 comporta mais de um milhão de lagos e rios, com uma extensão florestal de mais de 75%. A taiga e a tundra se estendem a perder de vista, ao norte da formação rochosa mais antiga do mundo, o Escudo Canadense. A maioria dos quebequenses vivem no fértil vale do São Lourenço, o maior rio do Canadá. Québec, a capital, com 630.000 habitantes, e Montreal, com 3.000.000 de habitantes, situam-se às margens desse majestoso rio.

Descoberto em 1.534 por Jacques Cartier, o Québec de hoje é povoado principalmente por descendentes de colonos franceses que se estabeleceram no século XVII. Sua população, de 6.850.000 habitantes, compreende 83% de francófonos, 12% de anglófonos e mais de 50 grupos lingüisticos diferentes, principalmente italianos, gregos e chineses – além de 6.000 inuits (esquimós) e 55.000 ameríndios.

Das imensas extensões árticas às férteis regiões meridionais, o Québec oferece a você uma ampla gama de atrações e paisagens a descobrir. Com a proverbial hospitalidade quebequense, você vai viver férias maravilhosas e inesquecíveis.

O francês é a língua oficial. A “Bela Província” e suas origens latinas fazem do quebequense um povo festeiro, que adora curtir, encontrar novos amigos e viver intensamente cada momento. Não demore! Venha se divertir com a gente.

Uma ampla rede de vias expressas se interligam com as principais estradas de Ontário, das províncias do Atlântico e com os Estados Unidos. A rede ferroviária, várias empresas de ônibus e serviços de aluguel de carros permitem que você viaje com toda a facilidade e conforto em toda a província.
Os aeroportos internacionais de Mirabel e Dorval, na região de Montreal,
são pontos de saída e chegada de mais de 40 linhas aéreas, que oferecem toda a semana mais de 3.000 vôos regulares. Em menos tempo do que pensa, você poderia viver férias de sonho.

O Québec tem uma clima temperado com quatro estações bem definidas. Veja a média das temperaturas máximas e mínimas dos meses de julho e janeiro.
Julho ºC Janeiro ºC
Montreal 26/17 -5/-12
Québec 24/14 -8/-15

ONTARIO

Gigantesca, única, hospitaleira, multi-cultural, Ontario possui tudo o que é preciso para agradar os viajantes. Do campo, esplêndido, às cidades espetaculares, a província oferece inúmeros panoramas e atividades atraentes.
Impossível sentir tédio em Toronto. A maior cidade do país transborda de energia e possui uma das cenas teatrais mais ativas do mundo anglófono. Mais de 125 companhias profissionais apresentam-se nas dezenas de teatros. Seus museus preservam maravilhas de todos os tipos, dos artefatos expostos no Museu Real de Ontario à impressionante coleção de sapatos do Bata Shoe Museum.
Quanto aos amantes de esportes profissionais, esses irão deliciar-se diante dos Blue Jays (baisebol) no Skydome, dos Maple Leafs (hockey) ou dos Raptors (basquete), no Centro Air Canadá. E para ter emoções fortes, suba ao alto da torre do CN, a estrutura mais alta do planeta, à bordo de um elevador envidraçado.
Na capital de Ontario pode-se encontrar igualmente inúmeros bairros interessantes aos sabores multi-étnicos, tais como o Chinatown, a Litle Italy, o Koreatown e a Litle India.
Ainda mais, nas margens do lago Ontario são apresentadas atrações irresistíveis, como o recente Pier Museum e os locais de espetáculos do Harbour-front Centre de Place Ontario.
Perto da colina palarmentar, o By Ward Market atrai os passantes com seus cafés-terraço, suas butiques e seu mercado à moda antiga. Logo ao lado, o Centro Nacional de Artes é o lugar número um do país consagrado às artes cênicas. Próximo dele, o Museu de Belas Artes do Canadá abriga inúmeros tesouros. Podemos encontrar um total de 29 museus na capital e em seus arredores.
Os que apreciam atividades ao ar livre não ficarão decepcionados. Denominada “a capital verde”, Ottawa possui o magnífico canal Rideau, envolvido de caminhos para ciclistas e parques. Sobretudo, não deixe de ver na primavera, o Festival canadense de tulipas.
Você pode provar a cozinha do mundo inteiro simplesmente visitando Toronto, uma das cidades multi-étnicas do planeta. Seja você admirador de comida japonesa, italiana, inglesa, grega ou polinésia, pode estar certo de encontrá-las nas mesas de Toronto. Existem aproximadamente mais de 100 variedades de cozinha entre os 5.000 restaurantes da cidade. Ottawa também oferece uma escolha variada de excelentes restaurantes, vários situados em pleno centro da cidade. Província agrícola, Ontario oferece à seus chefes a quantidade de produtos frescos que desejam, e numerosos estabelecimentos servem comidas preparadas com produtos regionais.

Newfoundland e Labrador
Com seus penhascos recortados sobre os quais um oceano turquesa bate docemente, Newfoundland e Labrador são destinos de sonhos para os admiradores de Kayak no mar. Ao sul de St. John’s, a reserva ecológica de Witless Bay, um arquipélago que abriga a mais importante colônia de pântanos na América do Norte, atrai numerosos apaixonados de Kayak que vão apreciar igualmente as paisagens espetaculares do parque Nacional de Gros-Morne.
No interior das terras, centenas de rios oferecem inúmeras oportunidades à prática de canoa. As águas vivas e as cascatas que rolam sobre o rio Terra Nova fazem as delícias dos apreciadores. Os canoeiros também podem percorrer o rio Gander, cujas ondas são claramente mais favoráveis. Os que procuram expedições de canoa selvagem devem reservar de 5 a 6 dias para conquistar o rio Churchill, no Labrador. Os fãs de pesca estarão plenamente satisfeitos no Labrador, onde os rios transbordam de nascentes de peixes e de salmões do Atlântico.
A cozinha de Newfoundland tem como origem uma mistura amálgama de tradições irlandesas, escocesas, aborígenas e francesa. Resultado? Sabores memoráveis e nomes que nunca mais serão esquecidos. Sopa de ervilhas e doughboys (uma sopa espessa enfeitada de carne bovina salgada e batatas), toutons (porco salgado servido no café da manhã com pão branco e melado) e jigg’s dinner (um cozido de carnes salgadas e legumes, servido muitas vezes no domingo) estão entre o número de especialidades. O Figgy duff um pudim delicioso cozido à vapor, com uma receita antiga do século XVI, é ainda altamente apreciado em nossos dias.
E estejam seguros de que cantos, danças e histórias vão animar o ambiente.

Prince Edward Island
Com suas praias de areia branca ou vermelha entre as mais finas na América do Norte, a ilha é um paraíso para nadar, para bronzear-se ou para construir castelos de areia. E porque sopram em suas baías, os ventos perfeitos para vela, fazem da ilha um lugar atrativo para numerosos praticantes da prancha à vela.
Um passeio em kayak – nas águas quentes da baía Malpèque, por exemplo – lhe darão a oportunidade de parar em uma charmosa pousada onde poderá provar excelentes frutos do mar. No interior, os riachos e canais tranqüilos convidam à um passeio de canoa. Pode-se igualmente alugar uma canoa de sete metros construída segundo o modelo indígena micmac.
Os pescadores podem importunar o salmão, a truta ou outros peixes nos lagos e rios banhados de sol, ou fazer uma excursão de pesca em alto mar partindo de North Rústico. E para as fisgadas gigantescas, programe-se para ir à busca do atum vermelho gigante, que pesa mais de 450 quilos; a estação começa em agosto.
Frutos do mar! Lagostas grandes e suculentas, ostras azuis e ostras Malpèque são as vedetes nos restaurantes de um lado a outro da ilha. E nada é mais típico que estes banquetes de lagosta “à vontade”, acompanhados muitas vezes de música local.
A Prince Edward Island é renomada por suas batatas, consideradas entre as melhores do mundo. Uma outra especialidade menos conhecida, a mousse de Irlanda, entra na preparação de diferentes comidas, tais como a torta de algas. A ilha também oferece outras delícias locais como suas geleias e sua cozinha acadiana tradicional e seu queijo gouda.

New Brunswick
Dentro de seu programa de “Extravagâncias”, New Brusnswick apresenta mais de cem excursões de um dia, todas notáveis com guia e material fornecido. Você tem apenas que escolher e depois partir rumo à aventura.
A baía de Fundy – uma das maravilhas marinhas do mundo – é um imenso terreno de jogos. Você pode praticar o kayak de mar, observar pássaros ou baleias, caminhar, passear despreocupadamente pela praia, descobrir as cavernas marinhas, escalar, pescar, circular em bicicleta, etc. A costa acadiana é célebre por causa de suas praias de areia branca e suas águas salgadas, as mais quentes do norte da Virginia. Os rios magníficos, entre os quais o Saint-Jean, o Restigouche e o Sainte-Croix, são um verdadeiro paraíso para a canoagem ou kayak. Sem esquecer a legendária pesca do salmão no rio Miramichi; campos e albergues ornam suas margens e convidam-lhe a escutar histórias de pesca e de fantasmas.
Reconhecido habitualmente por seus suculentos frutos do mar e sua hospitalidade legendária, o New Brunswick encontrou uma maneira de acrescentar um pouco de picante ao menu. Participe das “extravagâncias culinárias” tomando o mar para trazer lagostas, ou colocando-se até os quadris no rio Miramichi para pescar um salmão ao Atlântico. Aprenda a cozinhar pratos tipicamente aborígenas, a assar o pão como um verdadeiro padeiro ou a secar o bacalhau como um verdadeiro pescador. A aventura não terá jamais um gosto tão bom!

Manitoba
Há tantos lagos em Manitoba que nós paramos a contagem em 1000 000. Alugue uma canoa no porto histórico de La Fourche. Faça uma excursão à Gimli, à margens do Lago Winnipeg – denominado “o mar interior de Manitoba” um centro de predileção para a pesca, a natação os veleiros, os cruzeiros e o wind-surf.
As corredeiras do rio Bloodvein, no Parque Provincial Atikaki, fazem sonhar os amadores de canoa selvagem, enquanto que o lago mais profundo de Manitoba, o West Hawk, no Parque provincial Whiteshell, é muito popular entre os mergulhadores.
A mescla cultural de Manitoba inspira os chefes, que rivalizam em engenhosidade na criação de novos pratos compostos de ingredientes naturais de grande qualidade.
O produto regional mais conhecido é sem dúvida laquaiche aux yeux d’or (laquaiche de olhos dourados) um peixe fino servido defumado. Entre os outros produtos frescos, encontramos o doré jaune (dourado amarelo) e o ombre chevalier (espécie de truta). O peixe branco é reconhecido por seu caviar dourado, que ganhou duas medalhas de ouro nas Olimpíadas culinárias mundiais.
Numerosos cardápios sugerem o bisão, cuja carne se parece com a carne de boi muito magra. Ele é freqüentemente servido acompanhado de arroz selvagem, mais cultivado nos lagos que nas plantações de arroz.

Alberta
Descubra Alberta como fizeram os Amérindianos e os colonos, percorrendo os mesmos lagos e rios.
Os amadores de emoções fortes irão deleitar-se nas águas agitadas do rio Upper Red Deer, ao pé das Rochosas, ou irão escolher a rota panorâmica da história Athabasca, utilizada antes pelos comerciantes de peles.
Com seus lagos e rios repletos de dourados, de percas e peixes brancos, entre outras espécies, o norte de Alberta é um verdadeiro paraíso para os que pescam com linha. A maior truta pescada no mundo, era proveniente do lago Athabasca.
No outono, a bordo do teleférico de Sulphur Montain, em Banff, do bondinho de Jasper ou das cadeiras do teleférico do Lago Louise, o outono é um momento privilegiado para atravessar as nuvens e admirar as geleiras, os pastos e lagos cristalinos das fabulosas Rochosas.
A cozinha dos cowboys é muito mais que simples feijões cozidos! Ela compreende uma vasta gama de pratos, das suculentas costelas assadas feitas na brasa, os crepes no café da manhã, até à melhor carne mundo. Em Calgary, o restaurante Buzzards Cowboy Cuisine serve pratos tradicionais adaptados à gosto. A terrina de bisão à moda da casa servida com crepes de arroz selvagem e molho de canneberges é uma das especialidades.
Apesar de Alberta ser reconhecida por sua carne, os grandes chefes de restaurantes de Edmonton são reconhecidos tanto por suas especialidades canadenses como pelas internacionais.
As Rochosas de Alberta são repletas de albergues elegantes, como o Deer and Buffalo Mountain, onde você poderá provar deliciosos pratos de caça preparados com arte sob a égide da Rocky Mountain Cuisine. Saboreie o pato defumado ou o patê de javali selvagem. O alce, o bisão e o veado que encontramos nos cardápios dos restaurantes provêm das fazendas de criação. Além disso, o cardápio propõe uma variedade de renomados vinhos canadenses.

Britisch Columbia
A British Columbia é um verdadeiro templo do raft. Que dure um dia ou duas semanas, uma expedição promete ser memorável. As descidas mais procuradas e concorridas são do Thompson ou do Fraser, reconhecido por suas águas agitadas.
Se você está procurando tesouros marinhos, saiba que a ilha de Vancouver é reconhecida como um dos melhores lugares para mergulho. As carcaças de navios, covis de corais artificiais e um caminho submarino de observação esperam os amadores.
O outono é um período bendito pelos deuses para os enólogos principiantes. É o tempo ideal para dar uma volta no vale de Okanagan, que estende-se por 120 quilômetros ao longo das margens de sete pequenos lagos. Dezenas de vinhedos enfeitam a região de grandes empresas comerciais com pequenas fábricas bucólicas.
Para os amantes da cerveja, a Oktoberfest de Whistler é um evento incontrolável. Dançarinos bavários, jardim de crianças com cerveja de gengibre no menu e cervejaria animada por uma orquestra típica de Munique que lhes transportam em um piscar de olhos à Alemanha.
A estação é igualmente ideal para observar os salmões desovarem no rio Adams, no coração do Parque Provincial Roderick Haig Brown. Depois de um passeio às margens dos cursos d’água, uma visita ao centro de observação situado logo ao lado torna-se obrigatória.`
Os chefes de British Columbia, reinventaram a cozinha da costa oeste. Os produtos frescos e os frutos do mar. Salmão, truta e ostras, estas últimas situadas entre os melhores do mundo, são servidas com todos os tipos de molhos. Os pratos são quase sempre temperados com diversos tipos de champignons, como os morilles e os shiitake (cogumelos comestíveis).

INFORMAÇÕES PRÁTICAS

Quais são os requisitos para entrar no Canadá como turista?
Os detentores de passaporte europeu não tem necessidade de um visto para entrar no Canadá. Os sul-americanos necessitam de um visto e um passaporte válido para mais de 6 meses, uma passagem de volta e uma soma de dinheiro suficiente para garantir suas despesas e estadia.

Os produtos alimentares são permitidos?
Os produtos perecíveis, legumes, produtos de carnes e laticínios, são proibidos. Você está autorizado à levar para sua consumação pessoal, as conservas industriais em latas soldadas e apenas um queijo hermeticamente embalado.

Posso levar bebidas alcoólicas?
Se você tem a idade requerida pela província ou território que lhe serve de porto de entrada no Canadá (19 anos na maior parte das províncias; 18 anos em Alberta, Manitoba e no Québec), poderá levar 1,14 litro de álcool ou de vinho ou 24 latas de 355 mml de cerveja. A maior parte das províncias autorizam a entrada de quantidades suplementares se você pagar os direitos necessários e as taxas na alfândega.

E o tabaco?
Se você tem a idade mínima requerida pela província ou território do porto de entrada (vide item acima), poderá levar até 200 cigarros, 50 charutos, 200 gramas de tabaco para cigarros e 200 barras de tabaco.

Posso levar presentes?
Se levar presentes cujo valor total não passem de 60 $CAN, você não terá de pagar direitos de alfândega.

Posso levar meu animal?
Todos os animais de companhia, devem estar acompanhados por seu dono quando entram no Canadá. Os proprietários de cães e de gatos devem ter um certificado assinado e datado por um veterinário, atestando que o animal foi vacinado contra a raiva no curso de 36 meses precedentes. Os pequenos cães e gatos de menos de três meses são admitidos sem certificado de vacina anti-rábica, mas devem estar em boa saúde. Os cães-guias são admitidos no Canadá sem restrições.

O que posso trazer quando regressar?
Antes de partir em viagem, verifique com os responsáveis das alfândegas de seu país, quais são os bens e o valor máximo que você está autorizado a trazer de volta à seu país.

Divisas e taxas de câmbio?
O dólar canadense é dividido em 10o centavos. Os bilhetes emitidos tem um valor de 5 $ (bilhetes azuis), 10 $ (lilás), 20 $ (verdes), 50 $ (vermelhos), 100 $ (marrons) e 1000 $ (lilás). Quanto à moeda, ela é cunhada em peças de 1 centavo, 5 centavos, 10 centavos e 25 centavos, 1 $ e 2 $. É sempre preferível trocar seu dinheiro em um estabelecimento financeiro reconhecido: banco ou casa de câmbio. As butiques, hotéis e restaurantes trocarão igualmente seu dinheiro mas à uma taxa menos vantajosa.
Cartões de crédito e guichês automáticos
Os principais cartões de crédito – Visa, MasterCard e American Express – são aceitos no Canadá. A maior parte dos cartões bancários admitidos pela rede Interac são aceitos em quase todos os guichês automáticos do país. Além do mais, você não terá nenhum problema para trocar seus cheques de viagem American Express, bem como os cheques emitidos por grandes instituições bancárias.
Taxas de compras no Canadá
Uma taxa de 7% sobre produtos e serviços chamada TPS (ou GTS em inglês) é aplicada sobre inúmeros produtos e serviços no Canadá. A maior parte das províncias aplicam sua própria taxa de venda. A TVH, ou taxa de venda harmonizada, é uma taxa de 15% que substitui a taxa de venda provincial (TVP) e a TPS na província de Newfoundland e de Labrador, em Nova Scotia e em New Brunswick.
Reembolso das taxas aos visitantes
Você pode obter o reembolso integral da TPS/TVH paga em hospedagem à curto termo e sobre certos produtos comprados no país. Conserve seus recibos se desejar solicitar um reembolso. Você deve apenas tomar um exemplar do formulário de solicitação de reembolso de taxa aos visitantes em qualquer posto de alfândega, ou na maior parte dos centros de informação turística, nas butiques isentas de taxas, nas grandes superfícies e em certos hotéis. Mais ainda, Québec e Manitoba oferecem um reembolso de sua taxa provincial. Verifique junto ao escritório de informação turística apropriado.
De um hotel à um rancho : uma série de possibilidades!
No Canadá, você pode dormir tão bem sob as estrelas em uma barraca de campo, em um luxuoso quarto de hotel, em um albergue charmoso, em um dormitório universitário ou em um condomínio “tudo incluído”. Você também pode escolher hospedar-se em uma barraca flutuante, uma hospedaria, um rancho ou em uma fazenda. Você tem o embaraço da escolha! Resta apenas consultar o guia turístico publicado por toda província ou território. ‘E preferível reservar, particularmente durante a alta estação. A lista que segue lhe dará uma noção média de preços (preço em $CAN):
Hotéis de luxo (quatro a cinco estrelas): à partir de 150 $ por dia
Hotéis de primeira classe (três estrelas): à partir de 100 $ por dia
Hotéis de nível médio (duas estrelas) : à partir de 75 $ por dia
Hotéis econômicos (limpos e confortáveis) : à partir de 50 $ por dia
Gorjetas
Em geral, as gorjetas ou despesas de serviço não são acrescentadas às adições, nos restaurantes canadenses. Nos restaurantes, convém geralmente, deixar uma gorjeta de 15% do montante da nota antes da aplicação das taxas. Igualmente para o cabeleireiro ou táxis.
Os caixeiros, porteiros e carregadores de malas, nos hotéis, estações e aeroportos, esperam receber 1 $ por bagagem. No Canadá, a gorjeta é uma prática corrente nas discotecas e nos bares.
Horas de abertura do comércio
Em geral, os escritórios estão abertos de segunda à sexta-feira de 09h00 às 17h00. Na maior parte das regiões, as butiques estão abertas até as 17h30 ou 18h00 horas nas segundas, terças, quartas e sábados e até 21h00 na quinta e sextas-feiras. Um número crescente de lojas abrem igualmente suas portas no domingo.
De um oceano à outro!
Em avião: As duas principais linhas aéreas nacionais, Air Canadá e Canadian Airlines, assim como as várias companhias de aviação internacionais e os transportadores regionais contam com vários vôos diretos e em conexão para levá-lo comodamente às principais cidades do Canadá.
Em trem: Viajar à bordo do legendário “Canadien” constitui um dos meios mais inesquecíveis de descobrir o país. Administrado por VIA Rail, o “Canadien” circula regularmente entre Toronto e Vancouver, trajeto que efetua em três dias. VIA lhe proporciona os serviços regulares ligando numerosas cidades do país.
Em ônibus: Os ônibus que ligam as grandes cidades são tanto econômicos como confortáveis. Os passageiros dispõem de ar condicionado, de toaletes e espaço para as pernas. Certos ônibus oferecem a grande vantagem de contar com o serviço do centro de uma cidade ao centro da outra.
Em automóvel: Aconselha-se aos visitantes da América do Sul de portar uma carteira de habilitação válida em seu país e também solicitar uma carteira de habilitação internacional junto à associação de automobilistas de seu país de origem. Essa carteira, que lhes permitirá dirigir no canadá, habitualmente á exigida para a locação de um automóvel. Esse documento prova que seu detentor possui uma permissão de conduzir válida, emitido por uma autoridade competente de seu país de residência. As principais sociedades de locação de automóveis estão situadas nos aeroportos e cidades do país. As tarifas variam segundo a estação, o tipo de veículo e a duração da locação. Você deve ter ao menos 21 anos (ver 25 anos em certos casos) e possuir um cartão de crédito internacional. As locações de carros-camping são igualmente ofertas, mas devem ser reservadas durante o verão. Em geral, o preço da gasolina é menos elevado que na Europa.
Breve informação sobre o regulamento de trânsito
O Código das Rodovias, é sensivelmente o mesmo que aquele em vigor na América Latina. Ou seja, à direita. Os painéis de sinalização anunciam as distâncias e os limites de velocidade em quilômetros. Em geral, o limite de velocidade é de 100 km/h nas auto estradas e de 50 km/h nas cidades e vilarejos. O cinto de segurança é obrigatório. Virar à direita nos sinais vermelhos é permitido em todas as províncias salvo no Québec. A rede de rodovias do Canadá é constituida de excelentes auto estradas, como a Transcanadiana, que liga St.John’s, a capital de Newfoundland, ao centro da cidade de Victoria, em British Columbia.

Em direção ao sul
A fronteira americana está situada à menos de duas horas de viagem da maior parte das grandes cidades canadenses. Sem contar que as cidades dos dois países são ligadas entre elas por centenas de vôos diários. Os visitantes sul-americanos que desejam dar um pulo nos Estados Unidos, devem possuir um passaporte válido e ter igualmente um visto para esse país.

Ligado!
No Canadá, a corrente é de 110 volts em uma freqüência de 60 Hz, enquanto que em alguns lugares do Brasil, ela é de 220 volts e 50 Hz. Esteja munido de um adaptador elétrico (a venda nos fornecedores de aparelhos elétricos) se você conta utilizar seu barbeador ou seu secador de cabelos.

Que horas são?
O Canadá estende-se em 6 dos 24 fusos horários do globo.
Newfoundland e Labrador tem 5h30 de avanço sobre a British Columbia. Meio dia em Paris, são 6h em Montreal 3h em Victoria. Passa-se à hora de verão no primeiro domingo de abril, quando os pêndulos são avançados em uma hora, e volta-se à hora normal no último domingo de outubro. Entretanto, a província de Saskatchewan permanece na hora normal durante os meses de verão.

 

Beijos do Canadá
Os selos estão à venda nos correios, na recepção de numerosos hotéis e nas farmácias. Custam 95 centavos para enviar um cartão postal, ou uma carta para a América Latina.

Alô, sou eu!
Para as chamadas interurbanas, você pode utilizar seu cartão de crédito ou um cartão telefônico. Para telefonar à América Latina, componha o indicativo internacional 011, seguido daquele do país e ou da região – para o Brasil 55 – depois o código da cidade com a qual deseja falar e por último o número do telefone.

Estou doente!
Os hospitais e serviços médicos canadenses são excelentes. O custo dos cuidados hospitalares para os não residentes é calculado em função do estado médico e da duração da estadia do paciente. As tarifas variam de $1 000 à $ 2 000 por dia, segundo a província e o hospital. Então, é extremamente importante fazer um seguro-médico antes de partir, no caso de seu seguro geral não prever suas despesas de enfermidade no estrangeiro.

S.O.S
Na maior parte das cidades candenses, pode-se obter o serviço de urgência compondo o “911”. Se você não obtiver a comunicação disque o “0” e peça à telefonista para colocar-lhe em comunicação com o posto de polícia ou com os serviços médicos. Não há despesa para as chamadas de urgência feitas de um telefone público.

Dias feriados
Além dos feriados tais como Natal, o dia seguinte do Natal, o Ano Novo e as férias de Páscoa, o país inteiro celebra igualmente a festa da Rainha na segunda-feira seguinte ou precedente de seu aniversário, ou seja o 20 de maio, e a Festa nacional do Canadá, no 17 de julho. A Festa do Trabalho tem lugar na primeira segunda-feira de setembro e a Ação de Graças na segunda-feira de outubro. Québec celebra São João Batista no 24 de junho e Nunavut sublima a soberania no 1º de abril.

 


PARA OUTRAS INFORMAÇÕES:

Tourism Québec

Michel Gagné

1010, rue Sainte-Catherine Quest
Bureau 400
Montréal (Québec) H3B 1G2
Tel: (514) 873-7977 – Fax: (514) 873-2762
gagne.michel@tourisme.gouv.qc.ca

http://www.quebecregion.com/en/

Powered by WordPress | Designed by: seo service | Thanks to seo company, web designers and internet marketing company